São Clemente comemora 60 anos com audição de Passista

por Zeca Santos e Sebastião Neto;

A São Clemente, única escola de samba do grupo especial da zona sul carioca(é de Botafogo) completou 60 anos de existência e muito samba no pé e para comemorar a data a escola começou com as audições para passistas, seja masculino ou feminino. E para ser passista de qualquer escola é preciso ser maior de 18 anos, de preferência ser oriundo da comunidade da qual a escola representa( no caso da São Clemente, as comunidades de Botafogo, Flamengo e Catete e Laranjeiras) e o principal ter samba no pé.

Passistas por definição são os(as)bailarinos(as) do samba. Os passistas de escola de samba têm um potencial revolucionário: contra o racismo, contra o machismo e feminismo também. Ser passista é o ponto alto na autoestima de meninas/meninos, homens e mulheres negras(os), muitas vezes o único.

´´Além das mulatas, um dos representantes mais emblemáticos do samba é o malandro. A figura de chapéu de palha, terno branco impecável, camisa listrada e sapato lustrado caminha gingando e traz no modo de falar a imagem do samba. Adeptos de jogatina, cafetões, marginais, trabalhadores, não há definição precisa e generalizada das atividades dos lendários sambistas. A figura do malandro surgiu como forma de resistência ao descaso de um governo que, disposto a mudar as características da cidade, remodelando a arquitetura e embranquecendo a população. O samba era o ritmo característico desses insurgentes, mas também forma de expressão dos que compunham e cantavam o ritmo nos botequins da cidade, durante as madrugadas. Alguns faziam dessa atividade meios de se conseguir renda extra…´´.( Luiz Antônio Simas, historiador e professor)

Passista, traz o carnaval de raiz com alegria e descontração, não apenas brincam na avenida, mas também incentivam o canto e empolgam os demais componentes. O papel de passista num desfile é seduzir o espectador sambando e exibindo suas belas formas, como as antigas cabrochas e malandros.

Passista tem a responsabilidade ambulante de levar e traduzir tudo o que o carnaval representa, do mundo abstrato dos sentimentos ao mundo físico contemplativo. A figura do passista é essencial na manutenção da cultura carnavalesca e na exuberância tão original do país. De fantasias elaboradíssimas aos trajes mais simples, é possível sentir a magia emanada em cada floreio de pé, de quadril e de giro. O carnaval sem o passista é como um bom cozinheiro sem ingredientes crucias para um bom prato. E por falar nisso, pensem em um prato delicioso que fica.

A historiadora, escritora e filósofa Lélia Gonzalez disse que..´´ os desfiles das escolas de samba são um momento de atualização do mito da democracia racial, pois viramos princesas durante quatro dias e depois voltamos ao estereótipo de doméstica… É o momento em que nós mulheres negras assumimos nosso posto (de direito) de referência e orgulho para nossa comunidade. É o momento em que nossas meninas mais novas nos olham e se espelham para construir sua feminilidade. É o momento em que nossos homens reconhecem a nossa beleza. Ser passista é um espaço de resistência da mulher negra.´´ foto: Arquivo Nacional.

Quem é passista, é passista 365 dias do ano. Ser passista não é uma simples atividade que se desenvolve, é uma realidade de vida. O corpo, a mente e os sentimentos de passista são peculiares de passista.

Fique conosco deixe seu comentário, inscreva-se em nosso canal no YouTube  Te Vejo Aqui by Zequinha, pois é nele que você leitor seguidor e fã tem acesso as entrevistas exclusivas e aos teasers de nossas matérias e não deixe também de curtir e comentar ou ate compartilhar nossas dicas e informes  na página do Facebook TE VEJO AQUI atualizada pelos nossos profissionais . E não deixe de nos seguir no Instagran @tevejoaquibyzequinha Também estamos no Sound Cloud como Zequinha Santos Fotos.

O carnavalesco, pesquisador, pedagogo e folião Paulo Cesar Alcântara nos disse…´´As cabrochas são interpretadas pelas passistas e os malandros pelos passistas, por isso a polêmica criada pelos conservadores em não gostar do passista sambando no quadril. Para os conservadores, cabrocha samba no quadril e os malandros sambam no pé; E sempre os malandros cortejando as cabrochas´´
foto: Paulo Alcântara

A coluna agradece a participação do pesquisador Paulo Cesar Alcântara, do historiador Luiz Antônio Simas, a direção do Grêmio Recreativo Escola de Samba São Clemente, na pessoa do Sr. presidente Renato Almeida Gomes a quem também parabenizamos pelos 60 anos da agremiação.

É muito difícil passista viver somente de seu samba financeiramente. Mas, mesmo que em escala pequena ser passista promove mudanças nas vidas das meninas/meninos e homens/mulheres negras(os).

Ao longo das adaptações, o antigo malandro, com seus trejeitos, aparência impecável suas gírias inspiraram até Walt Disney na criação do personagem Zé Carioca, tornou-se uma figura mítica das escolas de samba do carnaval carioca, representada pelos passistas masculinos.

Seguindo a São Clemente todas as agremiações já abriram suas audições, se você tem o sonho de ser passista, e já é maior de idade(18 pra cima), agora é a hora. Procure a agremiação que melhor lhe agrada e que seja próximo a sua residência e vá ser feliz, afinal o carnaval 2022 está logo ali. E falando em carnaval 2022 a São Clemente traz pra avenida uma bela homenagem ao ator comediante Paulo Gustavo, que perdemos esse ano pela COVID 19.

imagens: Daniel Azevedo

Apesar a São clemente ser originária em Botafogo(zona sul carioca) sua quadra encontra-se na Av. Presidente Vargas 3102 na cidade nova (estação do metro do lado Cidade Nova) maiores informações no site da escola ou pelo cel:(021)995000034.

A saber que o dia do passista é comemorado dia19/01, criado por lei em 1987.

2 comentários sobre “São Clemente comemora 60 anos com audição de Passista

  1. Parabéns, bela pesquisa. A cultura do povo sendo homenageada, lembrando as figuras da cabrocha e do malandro. Sem falar, do personagem Zé Carioca! Belo trabalho!

    Curtir

  2. A matéria sobre a História da escola de samba São Clemente, e a audição da Ala de passistas está belissima, robusta com um conteúdo cultural incrível. Sinto-me honrado em poder colaborar com uma fala, agradeço ao mestre Carlos Bolacha pelo convite, e a confiança.
    Parabéns Zeca pela excelente cobertura jornalistica, este documentário ficará para a história do samba.
    Bravo!!!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s