A Quarentena que não tem fim

por Zeca Santos e equipe;

Mais um vírus que derrotou o mundo inteiro, uma minúscula criatura que dizem ter sido criado em laboratório como alguns outros que já circularam também com essa intensidade. O medo da doença nos remeteu a 100 anos atrás, onde as medidas de profilaxia também girava em torno da higiene pessoal, do isolamento social e do uso de máscaras, ou seja não se evoluiu nada em um século. Deus, nos mostrou que não valemos porra nenhuma, nem com o máximo da tecnologia e da mesma maneira sem o minimo básico, que realmente somos todos iguais sem diferença de credo, cor ou posição social.

116e1045-6303-47aa-973c-106d4735d584
imagem de divulgação

A pandemia chegou ao Brasil, logo após ao maior espetáculo da terra, por isso que dizem Deus ser brasileiro, oficialmente decretada em 8/03,mesmo a contra gosto do governo federal que tratou e vem tratando a doença com total desprezo. Portanto já estamos completando 5 meses de tudo fechado parado, ou seja o caos geral.

Nesses 5 meses diversos feriados comemorativos se passaram e nada de comemorações.

Uma nova indumentária foi anexada ao guarda roupa de todos, ela existe de todos os tamanhos, formas,cores é a máscara. E como virou objeto de uso obrigatório para todos em todo território nacional e no exterior também, mesmo algumas pessoas impondo resistências ao seu uso.

IMG-20200518-WA0515

Precisamos nos reinventar, nos reorganizar e nos superar em todos os sentidos. As comunicações viraram grupais graças ao advento da tecnologia chamadas com diversas pessoas simultâneas se tornaram corriqueiras, tanto para um simples bate papo como para reuniões de trabalho.

A prática dos games mobiles se intensificou, que surgiram campeonatos com premiação em dinheiro.

aae39a59-222c-4c07-b255-d27bc5fde5b1

Todos nós tivemos que aprender algo novo até mesmo por questão de sobrevivência.

A coordenadora pedagógica, Lucimar Adão comentou…´´O perigo ainda não acabou: você só está confuso?! E é totalmente compreensível sua confusão porque nesta quarentena não sabemos mais em que fase estamos: vermelha, amarela ,verde, laranja…ou fase 1,2, ou 3. As informações chegam em um dia e são desfeitas no outro. Devo  ir ao bar ou continuar no delivery ? Devo voltar pra academia ou continuar me exercitando ao ar livre? Devo ir ao shopping ou comprar na loja do bairro por encomenda? Devo arriscar ou me isolar? Há muitas formas de se viver ou  de morrer… Mas escolher viver é sempre a melhor opção! Há quem não tenha a opção de ficar em casa e precisa  se expor todos os dias… Se você pode escolher, fique em casa! Seu privilégio, não é de  todos!´´

O video maker Daniel Azevedo, nos trouxe a visão das favelas(comunidades)…´´ Dentro das favelas , no início foi um regime bem rigoroso com toque de recolher dado pelo Comando Vermelho(facção criminosa de maior poder na cidade maravilhosa) e nem precisava de distanciamento que  por medo todos ficavam dentro de casa ,voltando assim as resenhas nas Lages, o retorno das pipas….Porém,  quando a lei fora das favelas mudou , Aqui na Rocinha(maior favela da América Latina, zona sul carioca) teve que obedecer também, já que todos da favela trabalham na pista .Uma bela merda de resultado, pouco a pouco voltando os bares com música , a saudade fez todos se reunirem nesses bares formando aglomeração em milhões de pontos dentro da Rocinha, claro que tudo que foi feito voltou à estaca zero …Lamentável!…não sei se posso envolver religião , mas Deus mostrou a todos que nós não valemos porra nenhuma ..´´

O pedagogo, Valter Freitas comentou…“Para cumprir o isolamento social as pessoas passam por situações desconfortáveis, devido a restrição do convívio com suas famílias, parentes e amigos, em que muitas pessoas tem apresentado sintomas de ansiedade e até depressãoHá pessoas por outro lado que se reinventam, e com a ajuda da internet adquirem novas habilidades, afim de conseguirem executar tarefas necessárias ao seu cotidiano, como arrumar a sua residência, dentre outras tarefas domésticas, como preparar suas próprias refeições…´´

Fique conosco deixe seu comentário, inscreva-se em nosso canal no YouTube  Te Vejo Aqui by Zequinha, pois é nele que você leitor seguidor e fã tem acesso as entrevistas exclusivas e aos teasers de nossas matérias e não deixe também de curtir e comentar ou ate compartilhar nossas dicas e informes  na página do Facebook TE VEJO AQUI atualizada pelos nossos profissionais . E não deixe de nos seguir no Instagran @tevejoaquibyzequinha Também estamos no Sound Cloud como Zequinha Santos Fotos.

Nosso editor junior, Sebastião Neto, comentou..´´ Creio que muitos não sentiram tanta diferença  em relação ao cotidiano com a vinda dessa medida de quarentena no combate ao vírus. O isolamento, para quem o segue, obviamente, tem servido de oportunidade para a reinvenção de modos de vida, adaptando-se ao tempo presente do jeito mais beneficente possível. Sinto que os que conseguiram essa adaptação vão sair da quarentena com a resiliência bem exercitada e com mais um motivo para serem gratos pelas pequenas coisas que a vida dá….´´

O fotógrafo e jornalista, Zeca Santos, nos disse…´´Com o tempo, aprendemos que chorar ameniza a dor, mas não resolve o problema. Aprendemos a valorizar quem nos ama de verdade e que o resto, é simplesmente o resto. Que nossa família e nossa saúde são os bens mais preciosos que temos. Que não adianta lamentar o ontem e se preocupar com o amanhã. Enfim… Com o tempo, aprendemos que a maturidade nos torna pessoas melhores e, acima de tudo, mais felizes!..´´

Nosso analista político, Antônio Correa, fez sua analise… ´´Muitas notícias tristes nesse período de Pandemia, mas também muitos recordes de pessoas conectadas e empresas faturando bem e sendo solidárias, colaborando com quem mais precisa, afim de que todos possam superar essa crise juntos…´´

 

A poetisa Gisele Scatamburlo nos presenteou com mais um de seus belos textos…´´ E quando tudo isso passar´´…

E quando tudo isso passar…Muitas coisas estarão diferentes em nossa Vida: Estaremos mais fortes, mais preparados para as situações difíceis, mais amáveis e valorizando pequenas coisas que até então nunca tínhamos percebido. E quando tudo isso passar…Muitas coisas estarão  diferentes ao nosso redor: A natureza mais limpa, as pessoas mais solidárias e o mundo mais pacífico. E quando tudo isso passar…Entenderemos a lição que a Vida está nos dando junto de novas oportunidades de sermos mais Felizes!´´

Todas as fotos usadas nessa matéria são do fotógrafo e nosso editor Zeca Santos, os vídeos institucionais são de campanhas públicas e cada vídeo tem seus créditos próprios. Agradecemos a nossa equipe,composta por Antônio Correa, Daniel Azevedo, Lucimar Adão, Sebastião Neto e Valter Freitas. Nosso muito obrigado a participação do ator, diretor, ex modelo e amigo Márcio Garcia. Muita paz a poetisa e amiga Gisele Scatamburlo…. video Rocinha => Daniel Azevedo; video bombeiros=> Antõnio Correa; vídeo nadadores=> nos foi enviado por um nadador argentino amigo Conrado Valdez; video PM=> Daniel Azevedo;

A internet durante a pandemia realmente tem cumprido um papel fundamental, pois auxilia o “Home Office”, bem como aproxima as famílias, amigos e fãs de seus ídolos. Afinal quem nunca assistiu pelo menos alguma “live” através dela? Isso demonstra como as pessoas se reinventam e conseguem ser felizes, mesmo em uma nova realidade.

imagem divulgação: NOVOS HERÓIS
imagem divulgação: NOVOS HERÓIS… APLAUSOS E REZEMOS

Deixe uma resposta