O Negro pelo Negro

por Lucimar Adão, Zeca Santos;

Depois da polêmica declaração do então presidente da Fundação Palmares, Sr. Sérgio Camargo..´´A melhor coisa que aconteceu aos negros fora a escravidão..´´Não satisfeito, durante os festejos do dia 13 de maio(que se comemora, a Abolição da Escravatura, e Dia dos Pretos Velhos) publicou artigos no site oficial da própria Fundação, denegrindo a imagem de Zumbi. O que levou o historiador e escritor Paulo Cesar Alcântara a comentar. Gerando assim um belo bate papo entre nosso editor, e outros estudiosos da cultura afro-brasileira.

Dizer que não temos o que comemorar no dia 13 de maio,  parece cair no lugar comum e correr o risco de provocar opiniões adversas sobre as condições da população negra afrodescendente do nosso país. De fato,  comemoração ou festejo, não sejam as palavras adequadas para uma falsa liberdade: os grilhões ainda existem, sobretudo nas ações, ideias e corações humanos. Mas é preciso avançar no tempo e na história e chegar a 132 anos depois para entender que a resistência faz mudar os fatos. E as pessoas podem mudar a história. É possível…

O racismo estrutural está por toda parte, é o inimigo dissimulado nas palavras e expressões, nas oportunidades e promoções, nas cotas e condições. Demonstra uma sociedade modelada nas diferenças étnicas que diminuem as chances de igualdade, pois aponta preconceitos combatidos por mais de um século, mas que persistem nas relações.

Cada vez mais o olhar atencioso de artistas negros sensíveis a causa, grupos e associações de luta racial,  gerações após gerações, vêm transformando suas próprias existências e se reposicionando na sociedade contra o preconceito. Apropriando-se  do que é de direito: curso superior,  formação profissional por escolha, voz na mídia e espaço no mercado da beleza, entre outros campos de atuação cultural, social e econômico.

Ainda há muito o que resistir e ficar atento! Os grilhões são correntes fortes, difíceis de serem quebrados…

Fique conosco deixe seu comentário, inscreva-se em nosso canal no YouTube  Te Vejo Aqui by Zequinha, pois é nele que você leitor seguidor e fã tem acesso as entrevistas exclusivas e aos teasers de nossas matérias e não deixe também de curtir e comentar ou ate compartilhar nossas dicas e informes  na página do Facebook TE VEJO AQUI atualizada pelos nossos profissionais . E não deixe de nos seguir no Instagran @tevejoaquibyzequinha.

…´´O PRETO É VELHO´´

Sebastião do Carmo neto

Ouço vozes ancestrais
Junto ao barulho das correntes,
Mas não vejo nada além
O preto cobre minha visão.

Abro o olho e vejo um preto
Mas o preto veste branco
E muito franco,no seu banco
Me fala de escravidão.

“Meu filho,o Branco é bom.
Mas fica sujo na má obra,
Branco sujo é uma cobra
E há muito tempo se sujou”

“O Branco sujo fez o preto
Ser vermelho por um todo
E pelo azul dos sete mares
Açoitou e escravizou”

“Preto forte no sol quente
Sem tempo pra descansar.
Preta forte tá na casa
E o ‘sinhô’ de ‘ôio’ nela”

“Abre os ‘zôi’,num tô falando
Mais de escravidão pra ti
Pois esse é o cotidiano
Dos preto dessas favela”

Preto Velho abriu meu olho
Não enxergo tudo preto.
Só enxergo todo preto
Que sofre nesse Brasil

O preto é velho nesse mundo
E esse povo ainda vai
Mostrar todo o poder que tem
E não vai ser pelo fuzil.´´

Todas as fotos usadas nessa matéria são de arquivos antigos do fotógrafo e nosso editor Zeca Santos e todas são de antes da pandemia. Os vídeos são institucionais.

A coluna agradece a participação dos escritores e estudiosos Paulo Cesar Alcântara, Izaquis de Paula, Wellington Pessanha, ao nosso poeta Sebastião do Carmo Neto e a pedagoga a Mestra Lucimar Adão.

20200216_200416

Estamos tentando há 132 anos! Estamos conseguindo? Responda você!

Um comentário sobre “O Negro pelo Negro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s