Imperatriz Leopoldinense reedita Lamartine e arrasa no desfile de acesso

por Zeca Santos, Lucimar Adão;

Detentora de 8 títulos do carnaval carioca, a Imperatriz Leopoldinense, conquista o estandarte de ouro , como melhor escola do grupo de acesso(grupo A), que desfilou no sábado de carnaval. A escola que atende as comunidades do Complexo do Alemão(Ramos, Penha etc) subúrbios cariocas e tem como cores o verde e branco e a coroa imperial como símbolo em seu pavilhão.

dsc0805
a cantora Iza, fez sua estréia na Sapucaí como rainha de bateria da Imperatriz , mostra corpo perfeito e se considera pé quente.

A escola fez uma reedição do carnaval de 1981, um de seus títulos, só que dessa vez passando com leveza e os integrantes brincando, totalmente diferente dos últimos desfiles militares que a agremiação vinha apresentando. Aplausos a ela, achamos que esse rebaixamento fez bem a escola, que mostrou na avenida porque fora octacampeã do carnaval carioca.

O desfile do grupo de acesso, da série A, conta com 14 escolas algumas centenárias, todas em algum momento da história já pertenceram ao grupo especial, tendo até sido campeãs. Desfilaram na sexta e sábado de carnaval, assim dispostas.

2d7a5022-6a65-4213-a2f1-6829b0845acc
imagem de divulgação.

Nenhuma surpresa, nenhuma novidade, vários enredos sobre heróis negros esquecidos pela história, mais vale muito serem lembrados, como foi o caso da Acadêmicos de Cubango que homenageou Luiz Gama, 1*jurista negro da nossa história, interpretado pelo premiado ator Deo Garcez.

O bom dos desfiles de acesso, que normalmente as escolas não tem muita verba e vemos o potencial de originalidade dos carnavalescos em montar a escola  e ver que se preserva a velha guarda de raiz, eles sim são exemplos de vida.

Pena que as preces deles não deram muito certo pois a escola teve alguns percausos no decorrer do seu desfile.

A Acadêmicos da Rocinha, única escola da zona sul carioca a desfilar no grupo de acesso, tem a borboleta como símbolo, as cores azul,verde e branco, passou cantando, brincando, trouxe uma ala inteira de turistas, que víamos nitidamente que nada entendiam de carnaval. A escola veio homenageando a guerreira negra Maria Conga.

Por problemas ocasionados pela chuvas torrenciais que aconteceram na cidade maravilhosa nos dias dos desfiles nenhuma escola conseguiu um bom desempenho, exceto claro a Imperatriz Leopoldinense.

Nessas escolas a grande maioria são membros das comunidades(das favelas onde moram).A bem da verdade é o que faz uma escola de samba, por isso que são ditas escolas de raiz, que são os crias que fazem tudo.

Os desfiles de acesso é uma viagem aos subúrbios cariocas ena baixada fluminense, tivemos Inocentes de Belfort Roxo, que veio homenageando a nossa grande  campeã de futebol 6 vezes melhor do mundo, Martha, Unidos de Padre Miguel falando sobre a história da capoeira , Já Vigário Geral nos apresentou as trapaças e maracutaias políticas que só ferram o povo brasileiro, que mesmo sofrido e tomando na cabeça consegue até fazer seus protestos de forma bem humorada, poética.

126
o historiador Paulo Cesar Alcântara, veio como destaque de chão com uma bela performance.

Porto da Pedra, que atende a comunidade de São Gonzalo, falando sobre as baianas, sendo a primeira vez que a ala das baianas protegidas pelos guardiões(característica dos casais de mestre salas e portas bandeiras). E trouxe dos Emirados Árabes a sua rainha de bateria, Kamila Reis.

A tradicional Império Serrano, de Arlindo Cruz e Quitéria Chagas,da serrinha próximo a Madureira(subúrbio carioca) terra não só dos bons sambas mas do charme, e soul music também.

Teve graves problemas, a diva Quitéria Chagas, veio desfilar na raça pois teve um acidente que fraturou a perna em 4 lugares, desfilou chorando além da emoção de ser seu último carnaval, (afinal vai assumir sua nova vida de condessa italiana e curtir o filhote) , só as dores falavam mais alto…Mais não deixou a desejar e flainou como sempre, pena que não adiantou muito ,já que a organização da escola não ajudou muito, as fantasias das baianas não chegaram, além da harmonia deixar acontecer vários buracos na escola.

Unidos de Bangu, outra escola da zona oeste carioca, veio animada mais não convenceu, A comissão de frente nos mostrou o trabalhos dos feitores e comércio de escravos.

A porta bandeira veio com uma saia linda toda em palha, e nos apresentou um belo bailado.

A Unidos da Ponte, é uma escola de samba de São João de Meriti, que apenas passou trazendo a eternidade da humanidade, nada empolgante.

Fique conosco deixe seu comentário, inscreva-se em nosso canal no YouTube  Te Vejo Aqui by Zequinha, pois é nele que você leitor seguidor e fã tem acesso as entrevistas exclusivas e aos teasers de nossas matérias e não deixe também de curtir e comentar ou ate compartilhar nossas dicas e informes  na página do Facebook TE VEJO AQUI atualizada pelos nossos profissionais . E não deixe de nos seguir no Instagran @tevejoaquibyzequinha.

Renascer de Jacarepaguá(zona oeste carioca), é a mais nova das agremiações, veio cheio de gente bonita , animada, com desfile redondo.

Todas as fotos usadas nessa matéria são do fotógrafo e nosso editor Zeca Santos e as imagens de Daniel Azevedo.

Carnaval é isso uma festa democrática, popular, com ou sem dinheiro a festa acontece. E como estamos vivendo o REINADO  de MOMO, temos regras a serem seguidas: USE CAMISINHA, SE BEBER NÃO DIRIJA, USE TRANSPORTE PÚBLICO, RESPEITE O VIZINHO, HOMOFOBIA É CRIME  e  NÃO É NÃO. Bom Carnaval a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s