Os melhores atletas do ano são consagrados no Prêmio Brasil Olímpico

por: Zeca Santos;

O esporte brasileiro teve sua noite de gala, os melhores atletas de todas as modalidades olímpicas e panamericanas foram homenageados no luxuoso auditório da Cidade das Artes, Barra da Tijuca(zona oeste carioca).

O Prêmio Brasil Olímpico(PBO), foi uma noite de muitas homenagens, que começaram já no voier do auditório, quando grandes atletas do passado, todos medalhistas olímpicos deixaram seus registros para o Hall da Fama do nosso esporte, mesmo eles já sendo imortalizados no Olímpo. Nessa noite, foram homenageados: Major Guilherme Paraense, nossa primeira medalha de ouro no tiro, nos Jogos da Antuérpia(1920), na presença de sua esposa e neta. Major Sílvio de Magalhães Padilha, atleta medalhista pelo atletismo e ex presidente do COB, na presença de sua esposa. Sargento João Carlos de Oliveira, medalhista olímpico e recordista mundial pelo atletismo, na presença de sua filha. O campeão olímpico e recordista mundial Joaquim Cruz, também do atletismo, deixou os seus pés estampados.Seu Ishi, a primeira medalha olímpica do judô(1972). A nadadora Maria Lenk, por ter sido a 1*mulher sulamericana a participar de um Jogos Olímpicos(1932) e ter sido recordista mundial, na presença de seu sobrinho.

032

048
os campeões olímpicos, Torben Grael, Wanderlei Cordeiro de Lima, Joaquim Cruz, Jackie Silva.

Um rico coquetel de boas vindas oferecido pelo Comitê Olímpico Brasileiro(COB) , antes e depois da cerimônia.

108
três monstros sagrados de seus esportes e integrantes dos respectivos Hall off Fame. A vice campeã olímpica e campeã mundial pelo basketball Hortência, campeão olímpico e recordista mundial pelo atletismo, Joaquim Cruz, o detentor de cinco medalhas olímpicas pelo volley de praia sendo bicampeão olímpico Emanuel Nascimento. Orgulho do esporte nacional.

Já que estamos vivendo o ciclo olímpico road to Tokyo 2020, nossos atletas tiveram suas caricaturas lembrando heróis de desenhos japoneses, bem como os shows de intervalo foram apresentados por uma companhia de dança japonesa.

A premiação que sempre emociona a todos, é a entrega do Prêmio Ademar Ferreira da Silva, é sempre concedido a quem tenha uma vida de glórias e voltada para o esporte. Em 2019 o nosso mão santa, recordista olímpico como maior cestinha da história olímpica, outro recorde por ser o maior pontuador em uma partida, atuou em 5 olimpíadas, campeão brasileiro e mundial pelo Sírio/SP, foi atleta do Flamengo. Muitos aplausos a ele, do basketball, Oscar Schidmit.

Fique conosco deixe seu comentário, inscreva-se em nosso canal no YouTube  Te Vejo Aqui by Zequinha, pois é nele que você leitor seguidor e fã tem acesso as entrevistas exclusivas e aos teasers de nossas matérias e não deixe também de curtir e comentar ou ate compartilhar nossas dicas e informes  na página do Facebook TE VEJO AQUI atualizada pelos nossos profissionais . E não deixe de nos seguir no Instagran @tevejoaquibyzequinha.

440
atletas que representam a Marinha do Brasil, que fazem parte do programa de alto rendimento da CDM.
520
atletas que representam a Força Aérea Brasileira, que fazem parte do programa de alto rendimento da CDA.
474
atletas que representam o Exército Brasileiro, que fazem parte do programa de alto rendimento da CDE.

Eleitos pelo colegiado do COB, jornalistas esportivos, comissão de atletas o melhor atleta do ano,ele é da ginástica artística, medalhista de bronze em Rio 2016, campeão mundial e panamericano em 2019, integrante do programa de alto rendimento da Comissão de Desportos da Aeronáutica(CDA), o simpático,3*Sargento Arthur Nory. E é do boxe a atleta do ano, que fora campeã panamericana e mundial em 2019, integrante do programa de alto rendimento da Comissão de Desportos da Marinha(CDM), ela é a 3*Sargento Bia Ferreira. A saber ambos já garantiram vaga em Tokyo 2020.

Todas as fotos usadas nessa matéria são do fotógrafo e nosso editor Zeca Santos e as imagens de Daniel Azevedo.

Tiveram algumas importantes ausências de premiados, como o nadador Bruno Fratus, o surfista bicampeão mundial Gabriel Medina, o melhor goleiro de futebol do mundo, campeão da Champion League e Campeão da Copa América, Alisson.

157
a passagem de bastão dos melhores de 2018, Isaquias Queiroz(da canoagem ), Bia Ferreira, Ana Marcela Cunha(maratonas aquáticas), Arthur Nory. Muitos aplausos a eles pois continuam a brilhar em seus esportes nos enchendo de orgulho.
450
Na presença do Ministro dos esportes ao centro, o General Brasil, o alto comando do desporto militar e os atletas que compõem o programa de alto rendimento das Forças Armadas.

A coluna parabeniza a todos e todas atletas premiados e estaremos torcendo por um bom desempenho em Tokyo 2020. E que mais atletas consigam seus índices para garantir suas vagas olímpicas.

Anúncios

Deixe uma resposta