Mia Couto encontra Maria Bethânia marcando o início das comemorações de 30 anos da Companhia das Letras

por Zeca Santos;

A editora Companhia das Letras comemora seus 30 anos de existência e bons trabalhos e abre a temporada das festividades promovendo um encontro épico . Conseguiu juntar um dos seus maiores nomes do seu casting, o escritor premiadíssimo, o moçambiquenho Mia Couto com ninguém menos que Maria Bethânia.

133

Esse encontro marca também o lançamento do novo livro de Mia,´´Sombras da Água´´, o volume 2 da trilogia´´ As Areias do Imperador´´.

003

Mia Couto, sabe lidar com as palavras como ninguém, tem uma visão jornalistica e joga isso numa prosa poética. Com mais de trinta livros escritos, vencedor do prêmio Camões em 2013( a maior honraria da lingua portuguesa), 61 anos, biólogo, dai a grande referência com os ambientes e a busca de novas linguagens, já que biólogo tem uma visão bem detalhista e é bem curioso.

050

Maria Bethânia, uma das melhores intérpretes que a música brasileira apresenta, completou esse ano 70 anos, foi convidada pelo próprio Mia, para ler trechos do novo livro e alguns poemas antigos já apresentados por ela em shows passados.

043

Eduardo Schwarcz, o editor, acha que é pelo rio a principal relação de Mia com Bethânia, inclusive Caetano Veloso tempos atrás fez para sua irmã casula um poema onde um rio era também referência principal. Mia, explica que o rio, não é o geográfico e sim uma figura simbólica como sendo uma viagem, que sempre vai. E o papo, leitura foi se desenrolando numa leveza….como um rio.

001

Local escolhido para o lançamento, interpretação de texto foi o auditório da casa erudita Sala Cecília Meireles, na Lapa centro da cidade maravilhosa, recém reformada.

013

Auditório lotado, tumulto do lado de fora criado pelos seguidores de um candidato a prefeitura da cidade olímpica, que se diz apoiar a cultura, impediam o acesso dos convidados a sala.

014

Na platéia lotada encontramos a fantástica atriz Cassia Kiss, que brincava com o livro.

A diretora teatral Bia Lessa, que esta fazendo um documentário.

011

O livro´´Sombras da Água´´, que em Portugal receberá outro nome´´ Espada de Azagaia´´, gira em torno do amor de uma negra africana das planícies de Moçambique(terra natal do escritor) por um sargento branco português, com o qual Mia se identifica. ´´Sombras da Água´´ é o segundo volume da trilogia´´As Areias do Imperador´´.

145

Mia Couto fala que tomou conhecimento da literatura brasileira através da voz de do baiano Dorival Caymmi e teve toda sua inspiração em Caetano Veloso, Gilberto Gil e principalmente em Chico Buarque de Holanda. E ainda afirma que a Bahia, de todos é literalmente um pedaço da mãe Africa concordado plenamente por Bethânia

091

Ovacionados acada parágrafo, e até mesmo em momentos errados interrompendo a interpretação. O publico, não deve estar acostumado a frequentar salas de recitais pois por várias vezes celulares tocaram, sinais de conversas apitavam. Totalmente mau educados.

023

Após a belíssima interpretação, Mia concedeu uma seção de autógrafos no voyer do teatro, Bethânia foi homenageada no seu camarim.

Fique conosco deixe seu comentário e ainda visite e curta nossa página do facebook de mesmo nome que o portal TE VEJO AQUI, pois é nela que você leitor seguidor tem acesso a entrevistas exclusivas como a de Mia e Bethânia além de tisers que fazem sentir as good vibes.

Todas as fotos usadas  nessa matéria são do fotografo Zeca Santos.

140

Deixe uma resposta